UOL Notícias Notícias
 
28/05/2010 - 13h04 / Atualizada 28/05/2010 - 13h23

Banco Mundial perdoa dívida do Haiti

Washington, 28 mai (EFE).- O Banco Mundial perdoou hoje toda a dívida do Haiti, estimada em US$ 36 milhões, para ajudar na reconstrução do país após o terremoto de janeiro.

O cancelamento da dívida foi possível graças a contribuições ao fundo de assistência a países pobres do Banco Mundial feitas pela Espanha, França, Alemanha e outras nações europeias, assim como o Japão.

"Perdoar a dívida do Haiti faz parte de nosso esforço para fazer todo o possível para ajudar na reconstrução" desse país, disse o presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick.

A entidade já havia perdoado a maior parte da dívida do país caribenho em 2009, quando organismos multilaterais e outros credores perdoaram obrigações no valor de US$ 1,2 bilhão.

Em março, a comunidade internacional entrou em acordo em uma conferência das Nações Unidas em doar US$ 5,3 bilhões para a reconstrução do Haiti nos próximos dois anos.

O Banco Mundial deve fornecer US$ 479 milhões ao país, número que inclui o perdão dos US$ 36 milhões de dívida.

A entidade também é responsável pela gestão fiscal do Fundo de Reconstrução do Haiti, financiado por países doadores, ao que o Brasil foi o primeiro a contribuir.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host