UOL Notícias Notícias
 
28/05/2010 - 10h57 / Atualizada 28/05/2010 - 11h14

BP diz que resultado sobre contenção de vazamento sairá em 2 dias

Washington, 28 mai (EFE).- O executivo-chefe da British Petroleum (BP), Tony Hayward, disse hoje que demorará ainda dois dias para saber se a injeção de lama no poço que está vazando petróleo no Golfo do México funcionou.

Imagens do vazamento mostram jatos de fluídos pesados saindo do encanamento quebrado, mas Hayward esclareceu à rede "CNN" que é "quase tudo lama, que não é tóxica, e água".

O diretor, que deu entrevistas ao vivo hoje a várias redes de televisão dos Estados Unidos, disse à "NBC" que "passarão provavelmente outras 48 horas antes de sabermos se tivemos sucesso".

Na quinta-feira, em entrevista coletiva, o diretor-geral de operações da companhia, Doug Suttles, disse que os resultados demorariam "24 horas ou talvez um pouco mais" para determinar se a operação deu certo.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, viajará hoje para o estado americano de Louisiana, onde será informado sobre os últimos avanços nas tentativas de contenção do derramamento.

Hayward, que a princípio minimizou o impacto ecológico do derramamento de óleo, dado que o petróleo não tinha chegado à costa, disse hoje à "CNN" que "se trata claramente de uma catástrofe ambiental".

A BP começou na quarta-feira a injetar lama nos encanamentos quebrados a 1.500 metros de profundidade.

Ontem a companhia paralisou a injeção do fluido pesado para analisar sua eficácia.

No mesmo dia retomou os trabalhos, com a introdução de uma variedade de materiais a alta temperatura, como peças de borracha, uma operação que terminou hoje, segundo Hayward, que disse que a BP continuará agora com a injeção de fluidos pesados, como lama.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host