UOL Notícias Notícias
 
28/05/2010 - 11h17 / Atualizada 28/05/2010 - 11h26

Erdogan pede a potências que se desarmem

Rio de Janeiro, 28 mai (EFE).- O primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, pediu hoje às potências que destruam seus arsenais nucleares para "lutar pela paz dando o exemplo", em seu discurso na inauguração do III Fórum da Aliança de Civilizações.

"Os que falam de prevenção (para que o Irã não tenha a bomba atômica) têm as armas. Deveriam apoiar suas palavras com ações e lutar pela paz eliminando-as", disse Erdogan.

O líder turco afirmou que se as potências nucleares forem capazes de se desarmar "todo o mundo irá acreditar" que a paz é possível. Ele lembrou que o Brasil e a Turquia, países que negociaram um acordo com o Irã, nem têm armas "nem as querem".

Argumentou que o "único propósito" que levou ele e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a viajar a Teerã foi "conseguir a paz" e considerou que o acordo assinado com o Irã é um "passo histórico para a diplomacia".

Erdogan também defendeu a construção de um mundo justo, "onde ninguém seja menosprezado" independente de sua raça, origem ou religião.

O III Fórum da Aliança de Civilizações começou hoje no Rio de Janeiro em uma cerimônia com a presença do presidente Lula, do secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon e de outros chefes de Estado e de Governo.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host