UOL Notícias Notícias
 
30/05/2010 - 23h39 / Atualizada 31/05/2010 - 00h46

Hatoyama lamenta saída de social-democratas da coalizão de Governo

Tóquio, 31 mai (EFE).- O primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama, confessou hoje (horário local de Tóquio) se sentir "realmente decepcionado" com a decisão do Partido Social Democrata (PSD) de abandonar a coalizão, e acredita em voltar a ganhar a confiança do povo.

Os comentários foram feitos um dia depois que o minoritário PSD japonês decidiu abandonar a coalizão de Hatoyama por diferenças sobre o acordo feito entre Tóquio e Washington para manter uma base militar americana em Okinawa.

Segundo a Agência "Kyodo", Hatoyama disse se sentir "realmente decepcionado" e acrescentou que "infelizmente havia diferenças (com o PSD) em pontos de vista básicos sobre segurança nacional".

O acordo que levou à ruptura da coalizão foi anunciado simultaneamente na sexta-feira por Tóquio e Washington e implica que a base aérea de Futenma seja transferida para Nago, uma área menos habitada ao norte da ilha de Okinawa.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host