UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 08h52 / Atualizada 31/05/2010 - 09h18

Afegão acusado de narcotráfico é enforcado no Irã

Teerã, 31 mai (EFE).- A Justiça iraniana executou no sábado passado no pátio principal da prisão de Isfahan um cidadão afegão acusado de tráfico de drogas, informou hoje o jornal conservador "Kayhan".

Segundo a fonte, o réu, identificado como Nurjamal S., de 26 anos, havia sido preso em Isfahan quando estava em posse de aproximadamente 1,2 tonelada de heroína.

O jornal informou que pelo menos 300 pessoas foram detidas no sábado passado em Teerã durante uma operação especial do grupo antidrogas da Polícia.

Durante a operação, os agentes apreenderam uma significativa quantidade de entorpecentes, assim como de armas brancas e bebidas alcoólicas.

No Irã, rege uma interpretação da lei islâmica (Sharia) que condena à morte assassinos, estupradores, traficantes de drogas e aqueles que atentem contra a lei de Alá e a República Islâmica.

Segundo as estatísticas da ONG Anistia Internacional, o Irã é, com mais de 300 enforcamentos por ano, o segundo país do mundo que mais execuções realiza, só atrás da China e à frente da Arábia Saudita e dos Estados Unidos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host