UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 08h39 / Atualizada 31/05/2010 - 09h18

Ahmadinejad pede condenação internacional a ataque israelense

Teerã, 31 mai (EFE).- O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, qualificou hoje de "desumano" o ataque militar israelense contra uma missão humanitária internacional que se dirigia à Faixa de Gaza, que deixou pelo menos 14 mortos, segundo a televisão israelense.

Em declarações divulgadas pela agência estatal de notícias "Irna", o líder pediu à Europa e aos países ocidentais que retirem o apoio a Israel e condenem o ocorrido, caso queiram continuar contando com "o apoio do resto dos povos" do mundo.

"O desumano ato do regime sionista contra o povo palestino ao impedir que a ajuda humanitária chegasse a Gaza não é uma mostra do poderio do regime sionista, mas de sua fraqueza", afirmou o líder.

"Este tipo de ação mostra que estamos diante do final deste falso regime, ao qual resta muito pouco tempo de existência", reiterou Ahmadinejad.

Segundo a emissora israelense "Canal 10", pelo menos 14 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no ataque de uma unidade de elite do Exército israelense à "Frota da Liberdade", um grupo de seis navios que transportava mais de 750 pessoas com ajuda humanitária a Gaza.

O Exército israelense reconhece em comunicado a morte de dez ativistas durante a tomada de controle das embarcações, que aconteceu nesta madrugada a cerca de 20 milhas da faixa palestina.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host