UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 11h23 / Atualizada 31/05/2010 - 11h44

Argélia condena ataque israelense contra frota humanitária

Argel, 31 mai (EFE).- Os três partidos que integram o Governo argelino qualificaram hoje de "ato terrorista" o ataque israelense contra a frota humanitária que se dirigia à Faixa de Gaza e pediram que sejam libertados "imediatamente" os cidadãos argelinos "sequestrados" pelo Exército de Israel.

Em comunicado conjunto assinado também por outros grupos políticos e associações de direitos humanos, as três forças da aliança governista argelina - a Frente de Libertação Nacional (FLN), a União Nacional Democrática (RND) e o Movimento da Sociedade pela Paz (MSP) - pedem às autoridades que intervenham para proteger seus cidadãos.

Um dos seis navios que integravam a frota de ajuda humanitária à Faixa de Gaza era argelino. Nele, viajavam 32 cidadãos do país norte-africano, entre eles vários deputados, senadores, funcionários municipais e jornalistas.

Segundo a emissora israelense "Canal 10", pelo menos 14 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no ataque de uma unidade de elite do Exército israelense à "Frota da Liberdade", um grupo de seis navios que transportava mais de 750 pessoas com ajuda humanitária a Gaza.

O Exército israelense reconhece em comunicado a morte de dez ativistas durante a tomada de controle das embarcações, que aconteceu nesta madrugada a cerca de 20 milhas da faixa palestina.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h10

    0,12
    3,269
    Outras moedas
  • Bovespa

    12h17

    -0,48
    63.777,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host