UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 09h24 / Atualizada 31/05/2010 - 09h24

Espanha condena ataque israelense contra missão humanitária

Madri, 31 mai (EFE).- O Governo espanhol condenou hoje o ataque israelense à missão humanitária que se dirigia à Faixa de Gaza, uma "atuação completamente desproporcional", e expressou apoio ao pedido da União Europeia (UE) para que Israel faça uma investigação e sejam apuradas as responsabilidades.

Em comunicado do Ministério de Assuntos Exteriores e de Cooperação da Espanha, o Executivo expressa condolências às famílias das vítimas e deseja uma rápida recuperação dos feridos.

O Governo da Espanha reitera também seu pedido de que se suspenda o bloqueio internacional ao território de Gaza, destaca a nota.

Segundo a emissora israelense "Canal 10", pelo menos 14 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas no ataque de uma unidade de elite do Exército israelense à "Frota da Liberdade", um grupo de seis navios que transportava mais de 750 pessoas com ajuda humanitária a Gaza.

O Exército israelense reconhece em comunicado a morte de dez ativistas durante a tomada de controle das embarcações, que aconteceu nesta madrugada a cerca de 20 milhas da faixa palestina.

Três espanhóis viajavam em um dos navios da missão. Eles se encontram bem e à espera de ser repatriados à Espanha, confirmou o secretário de Estado espanhol para a União Europeia, Diego López Garrido.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host