UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 18h39 / Atualizada 31/05/2010 - 18h55

Grupo armado invade hospital e mata 12 no Paquistão

Islamabad, 31 mai (EFE).- Um grupo armado matou hoje pelo menos 12 pessoas no hospital Jinnah, na cidade paquistanesa de Lahore, o mesmo onde se recuperam várias vítimas do atentado de sexta-feira contra duas mesquitas.

Segundo o canal de TV "Dawn", o ataque teria sido obra de um grupo de cinco a sete pessoas, uma das quais ficou ferida em um primeiro tiroteio com as autoridades.

Vestidos com roupas da Polícia, os homens armados conseguiram invadir o setor de emergência hospital e tomaram vários pacientes como reféns.

O ataque, segundo especialistas citados pelo canal "Dawn", poderia ter como objetivo o resgate do único insurgente detido vivo durante o ataque terrorista de sexta.

Em comunicado, o primeiro-ministro, Yousuf Raza Gillani, condenou o ataque ao hospital e assegurou que o Governo "não perdoará" os que buscam gerar pânico na sociedade paquistanesa.

O ataque de sexta-feira contra as mesquitas deixou pelo menos 62 mortos e 86 feridos. A organização Tehrik-e-Taliban Pakistan (TTP), uma das mais ativas do movimento talibã, assumiu a autoria.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host