UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 12h39 / Atualizada 31/05/2010 - 12h45

Índia condena "uso indiscriminado da força" em ataque israelense

Nova Délhi, 31 mai (EFE).- O Governo indiano condenou hoje o ataque do Exército israelense contra o comboio humanitário de navios que se dirigia à Faixa de Gaza, que descreveu como um "uso indiscriminado da força" que não tem justificativa.

Em comunicado, o Ministério de Exteriores indiano expressou condolências às famílias das vítimas e mostrou sua convicção de que "uma paz duradoura e a segurança na região só podem ser obtidas por meio do diálogo pacífico, e não pelo uso da força".

"Não pode haver justificativa para tal uso indiscriminado da força, que condenamos", ressaltou o Governo indiano, que historicamente tem boas relações diplomáticas com Israel.

O inimigo tradicional da Índia na região, o Paquistão, condenou energicamente em várias notas de imprensa o ataque israelense, que qualificou como "brutal e desumano", e disse estar tentando localizar três paquistaneses que estavam em um dos barcos - dois deles eram jornalistas.

Uma frota de seis navios com ajuda humanitária à Faixa de Gaza foi atacada de assalto pelo Exército israelense durante a madrugada local, aparentemente em águas internacionais.

Segundo dados do Exército israelense, pelo menos dez pessoas morreram no incidente. Além disso, 38 pessoas estão hospitalizadas, de acordo com informações de hospitais de Israel.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host