UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 13h55 / Atualizada 31/05/2010 - 14h20

Insulza diz que A.Latina acredita em democracia, mas pede igualdade

Brasília, 31 mai (EFE).- O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, discursou hoje no 33º período de sessões da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) e afirmou que, apesar de os cidadãos da região "acreditarem na democracia", também "clamam por igualdade".

Insulza afirmou que "não é possível entender um desenvolvimento democrático e econômico pacífico sem atender a urgência da pobreza", cujo combate deve ser a maior prioridade em regiões que a própria Cepal considera como as mais "desiguais" do mundo.

O secretário-geral da OEA destacou que, em linhas gerais, e salvo as exceções de México e alguns países do Caribe, ambas as regiões "saíram bem" das crises nos Estados Unidos e atualmente na zona do euro.

Insulza ressaltou que, antes de 2008, quando explodiu a crise imobiliária americana, a pobreza caía na América Latina e no Caribe, dado confirmado pela Cepal, cujas estatísticas apontam que a porcentagem de pobres em ambas as regiões caiu de 43% para 34% na última década.

No encontro realizado em Brasília, cerca de 500 delegados dos países-membros da Cepal analisam um relatório preparado pelo organismo, que pede que os países da América Latina e do Caribe reforcem o papel do Estado como regulador da atividade econômica e promotor da igualdade social.

Insulza considerou o documento um "manifesto político" que indica o caminho a ser seguido, mas disse que a Cepal não definiu "como alcançar Estados maiores" nem quais devem ser seus limites, e também não menciona problemas comuns às duas regiões, como o crime organizado.

Em sua opinião, esses temas deverão ser incorporados às agendas dos organismos multilaterais que existem na região, para completar o "mapa do caminho" proposto pela Cepal.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host