UOL Notícias Notícias
 
31/05/2010 - 13h52 / Atualizada 31/05/2010 - 14h20

Mais de 90 "desaparecidos" são presos na Colômbia ao tentar votar

Bogotá, 31 mai (EFE).- As autoridades judiciais da Colômbia prenderam 91 pessoas que estavam registradas como vítimas de desaparecimento forçado por tentar votar no primeiro turno das eleições presidenciais realizadas no domingo.

Os supostos desaparecidos foram surpreendidos em colégios eleitorais por funcionários da Procuradoria Geral da Nação destacados para as eleições, segundo um relatório divulgado hoje pela entidade judicial em Bogotá.

"Estes cidadãos conseguiram depositar seu voto em diferentes lugares do país", disse a fonte ao ressaltar que a identificação foi feita pelo seu Corpo Técnico de Investigação (CTI).

Todas elas estavam "judicialmente denunciadas como desaparecidas", enfatizou a Promotoria, que precisou que no domingo também foram detidos 61 cidadãos que tinham ordens de captura e outros oito por cometer delitos contra a votação.

Os colombianos concorreram no domingo ao primeiro turno do pleito presidencial, no qual ganhou o ex-ministro da Defesa Juan Manuel Santos, do governista Partido Social de União Nacional, com 46,56% dos votos, seguido do ex-prefeito de Bogotá Antanas Mockus, do Partido Verde, com 21,49%.

Os dois foram para o segundo turno no dia 20 de junho.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    13h39

    -0,85
    3,151
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h41

    1,09
    68.715,95
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host