UOL Notícias Notícias
 
01/06/2010 - 16h47 / Atualizada 01/06/2010 - 16h52

Sueco que estava na frota se diz "preocupado com amigos que seguem presos"

Berlim, 1 jun (EFE).- O escritor sueco Henning Mankell, que esteve a bordo de um dos navios da frota internacional que levava ajuda humanitária para a Faixa de Gaza, se disse "preocupado com os amigos que ainda estão na prisão" em declarações concedidas ao jornal "Express" de Estocolmo durante seu voo de volta a Suécia.

Mankell esteve sob custódia das autoridades israelenses junto com outros dez ativistas suecos depois que Israel atacou a frota em uma ação militar que custou a vida de ao menos nove pessoas.

O escritor, assim como outros ativistas, escolheu entre abandonar imediatamente o país e retornar à Suécia ou submeter-se a um processo judicial.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host