UOL Notícias Notícias
 
02/06/2010 - 13h57 / Atualizada 02/06/2010 - 14h04

Atrasa partida de aviões turcos de Israel por ausência de ativistas

Istambul, 2 jun (EFE).- A partida dos ativistas da frota humanitária retidos por Israel atrasou depois de a ONG turca IHH advertir que faltavam 25 pessoas e outras três continuavam detidas.

O Ministério de Exteriores turco ressaltou que, "até que não esteja a bordo o último dos retidos, os aviões não decolarão", informou a emissora "NTV".

Os responsáveis da IHH ressaltaram que os seis aviões turcos não decolariam de Israel porque, ao comparar as listas de nomes com as autoridades israelenses, faltavam 25 ativistas e outros três continuavam presos, informou a agência de notícias pública "Anadolu".

Fontes da embaixada turca em Ancara explicaram à Agência Efe que outro dos motivos do atraso se deve ao atraso no embarque de feridos nos três aviões médicos fretados pela Turquia.

"Alguns de nossos amigos retidos ligaram para suas famílias e disseram que alguns de seus companheiros foram jogados para fora do navio durante a abordagem israelense", disse um responsável da IHH citado pela agência "Anadolu".

Enquanto isso, no aeroporto turco, centenas de pessoas, entre amigos, parentes e simpatizantes convocados por mensagens de celular, esperam a chegada dos ativistas.

O vice-primeiro-ministro Bülent Arinç anunciou que receberá os ativistas em sua chegada a Istambul.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host