UOL Notícias Notícias
 
02/06/2010 - 04h11 / Atualizada 02/06/2010 - 04h12

Foguetes atingem local onde acontece assembleia de líderes afegãos

Cabul, 2 jun (EFE).- As instalações onde o presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, inaugurou nesta quarta-feira a assembleia de líderes chamada de "jirga da paz" foram atingidas por dois foguetes lançados por manifestantes e que não causaram vítimas.

O Ministério do Interior afirmou que o segundo dos projéteis entrou no recinto onde acontece a assembleia, a cerca de 50 metros da tenda de campanha onde estão os delegados, quando Karzai já tinha encerrado seu discurso e abandonado o local.

O primeiro foguete caiu a cerca de 600 metros do local, quando o presidente se dirigia à inauguração com um discurso perante os 1.600 legisladores, chefes de conselhos provinciais, líderes tribais e religiosos, membros da sociedade civil e representantes estrangeiros reunidos para a "jirga".

Karzai pediu aos participantes da reunião que não entrassem em pânico e continuou seu discurso, convocando os talibãs que fugiram do Afeganistão por conta de "maus-tratos" do Governo ou das forças estrangeiras a voltarem ao país.

O presidente disse que sua oferta de reconciliação não é válida para "aqueles que matam crianças, estudantes. Com eles, não falaremos", afirmou.

A assembleia, de caráter consultivo, acontecerá durante três dias em uma grande tenda junto a um hotel de cinco estrelas de Cabul.

Quando Karzai tinha acabado seu discurso e abandonado o lugar, um segundo foguete caiu perto da tenda. Após um primeiro momento de susto, os delegados gritaram juntos "Alá é grande" e reiniciaram a reunião.

Nesse momento, se dirigia a eles o ex-líder e primeiro presidente do Afeganistão após a queda do regime comunista em 1992, Sebghatullah Mujadidi.

Mujajidi, que hoje ocupa a Presidência do Senado afegão, pediu aos reunidos que não se preocupassem com o ataque, pois, segundo ele, os afegãos estão "acostumados".

O porta-voz dos talibãs, Zabiullah Mujahid, assumiu a autoria do duplo ataque em declarações à agência afegã "AIP", e disse que os foguetes, além de interromperem a jirga, causaram "grandes perdas em vidas humanas e bens materiais".

Entretanto, em declarações à agência Efe, o porta-voz do grupo insurgente Hizb-e-Islami do ex-mujahedin e ex-primeiro-ministro Gulbudin Hekmatyar, afirmou que foram seus combatentes os responsáveis pelo ataque.

O porta-voz Qari Mansoor, disse que há mais projéteis prontos para serem atirados contra a assembleia.

Após o discurso de Mujadidi, os delegados elegeram Burhanudin Rabbani como presidente da assembleia. Rabbani foi presidente do país após a queda do regime comunista, assim como no exílio durante o regime talibãs (1996-2001).

Informações que não foram confirmadas indicam que há enfrentamentos entre insurgentes e a Polícia nos arredores da tenda, foi pedido aos delegados que a abandonassem até que a situação se normalize.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host