UOL Notícias Notícias
 
04/06/2010 - 21h48 / Atualizada 04/06/2010 - 22h02

EUA pede calma para que não se repita incidente de frota rumo a Gaza

Washington, 4 jun (EFE).- O Governo dos Estados Unidos pediu hoje calma diante da iminente chegada à Faixa de Gaza do navio irlandês "Rachel Corrie", que fazia parte do comboio com ajuda humanitária aos palestinos, atacado pelo Exército israelense na última segunda-feira.

"Pedimos às partes que se unam a nós para encorajar decisões responsáveis de todos com o objetivo de prevenir confrontos desnecessários e garantir a segurança de todos os envolvidos", assinalou Mike Hammer, porta-voz do Conselho Nacional de Segurança da Casa Branca.

Hammer formulou essa declaração durante o caminho do navio "Rachel Corrie" rumo à faixa palestina, previsto para chegar neste sábado.

O navio fazia parte da frota humanitária com destino a Gaza, mas ficou para trás por problemas técnicos e, por isso, não foi dominado pelo Exército israelense na última segunda-feira.

Na abordagem, feita em águas internacionais, nove pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, em sua maioria turcos.

Hammer também manifestou que, pela segurança dos envolvidos, o Governo dos EUA encoraja "os que estão a bordo do 'Rachel Corrie' e outros navios que naveguem rumo a Ashdod" para desembarcar os materiais.

O porta-voz do Conselho Nacional de Segurança indicou que EUA, Israel e a Autoridade Palestina estão trabalhando para desenvolver novos procedimentos de entrega de produtos e ajuda a Gaza e para "prevenir a importação de armas", porque "os sistemas atuais são insustentáveis e devem mudar".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,29
    3,167
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h30

    -0,17
    74.318,72
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host