UOL Notícias Notícias
 
04/06/2010 - 03h29 / Atualizada 04/06/2010 - 03h33

Jurado se excita com depoimentos e julgamento é cancelado na Nova Zelândia

Sydney (Austrália), 4 jun (EFE).- Um julgamento sobre abusos sexuais na Nova Zelândia teve que ser suspenso depois que um membro do júri se excitou ao escutar os testemunhos das vítimas, informou a imprensa local.

O homem, de idade avançada, confessou à juíza que, durante a primeira jornada do processo, as declarações de duas meninas adolescentes fizeram com que se excitasse tanto que, no dia seguinte, precisou usar um preservativo, segundo o jornal "New Zealand Herald".

A magistrada, Mary Beth Sharp, parou o julgamento por desacato ao tribunal e anunciou que o processo não será retomado até que seja formado um novo júri, já que o homem relatou a situação também aos demais participantes.

Fontes judiciais citadas pelo jornal afirmaram que fatos como este demonstram que os casos de abusos sexuais devem ser julgados unicamente pelo juiz, como acontece em muitos países europeus.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -1,03
    3,146
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,09
    68.714,66
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host