UOL Notícias Notícias
 
06/06/2010 - 21h21 / Atualizada 06/06/2010 - 21h24

Chávez ordena interveção em empresas pertencentes a banqueiros

Caracas, 6 jun (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, ordenou hoje a intervenção de 80 empresas pertencentes a banqueiros processados por "irregularidades", decretou a desapropriação de três companhias e de outros nove comércios que supostamente incorreram em "violação de preços", conforme anunciou no seu programa dominical de rádio e televisão "Alô Presidente".

"Alguns (dos banqueiros envolvidos) estão presos na Venezuela, outros estão nos Estados Unidos foragidos da justiça local, que solicitou a apreensão de perto de 30 executivos e acionistas bancários", acrescentou o presidente, sem dizer quais são as firmas que sofrerão intervenção.

No final de 2009, uma dezena de pequenas instituições financeiras, que representavam menos de 7% do sistema bancário nacional, sofreram intervenção do Governo devido a "irregularidades" detectadas em sua administração.

O Governo anexou aos bancos públicos um grupo dos bancos que sofreram intervenção, e anunciou então que tomaria o controle das centenas de empresas associadas a essas instituições em vários setores, entre elas seguros e alimentos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    -0,15
    3,131
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h22

    0,57
    76.406,03
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host