UOL Notícias Notícias
 
08/06/2010 - 09h40 / Atualizada 08/06/2010 - 09h51

Parlamento suíço rejeita acordo com os EUA para salvar banco UBS

Genebra, 8 jun (EFE).- A Câmara Baixa do Parlamento suíço rejeitou hoje por maioria um acordo de cooperação administrativa pelo qual a Suíça transmitiria aos Estados Unidos os dados bancários de milhares de clientes do banco UBS, suspeitos de fraude fiscal.

São informações relativas às contas de 4.450 clientes da UBS, cuja filial americana permitiu aos gerentes realizar manobras para esconder do fisco certos depósitos.

O acordo extrajudicial de cooperação foi concluído em agosto de 2009 entre Berna e Washington como forma de colocar fim ao conflito que enfrentava com o banco suíço e ao fisco americano.

O Conselho Nacional (câmara baixa) suíço rejeitou hoje o acordo por 104 votos contra, 76 a favor e 16 abstenções.

Por isso, o texto deve retornar ao Conselho dos Estados (câmara alta), onde tinha sido amplamente aprovado há semanas.

A Câmara baixa também decidiu hoje submeter o acordo a um referendo, algo que já expressaram rejeição Governo suíço e câmara alta do legislativo.

Se em três meses foram reunidas 50 mil assinaturas, o texto poderá ser submetido ao voto popular.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h40

    -0,08
    3,274
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host