UOL Notícias Notícias
 
10/06/2010 - 01h48 / Atualizada 10/06/2010 - 01h52

Ex-ministro neozelandês reconhece ter usado cartão oficial para pornografia

Sydney (Austrália), 10 jun (EFE).- Um ex-ministro neozelandês reconheceu nesta quinta-feira que usou seu cartão de crédito oficial para ver filmes pornográficos no quarto de um hotel, embora tenha reembolsado a despesa posteriormente.

Shane Jones, ex-titular da pasta de Construção, admitiu o fato a uma rádio local, dizendo que não se orgulha do fato, mas também não vê motivo para se esconder.

Jones afirmou que devolveu mais de 6 mil dólares locais (aproximadamente US$ 4 mil) que foram gastos de forma "errada".

Os números foram publicados nesta quinta junto a milhares de outros que datam desde 2003 pelo escritório da auditoria geral do país a pedido da imprensa, depois que outro ex-ministro renunciou em fevereiro quando foi revelado que pagou despesas pessoais com o cartão oficial.

No entanto, uma investigação posterior concluiu que Phil Heatley não o tinha feito de forma voluntária, e ele voltou a assumir as pastas de Pesca e Habitação.

A Nova Zelândia é o país menos corrupto do mundo, segundo o último índice da organização Transparência Internacional.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host