UOL Notícias Notícias
 
11/06/2010 - 15h07 / Atualizada 11/06/2010 - 15h33

No Sudão, 4 condenados à morte por assassinato de americano fogem da prisão

Cartum, 11 jun (EFE).- Quatro radicais islâmicos sudaneses condenados à pena de morte pelo assassinato de um diplomata americano em 2008 fugiram da prisão na noite de ontem, disseram hoje à Agência Efe fontes policiais.

As fontes explicaram que os presos, ligados ao grupo islâmico Ansar Al-Tawhid, fugiram da prisão de Kober, ao norte de Cartum, através de antigos encanamentos de água e esgoto, e a Polícia montou uma ampla operação para sua busca.

Os quatro homens foram condenados à morte pelo assassinato, em Cartum, no dia 1º de janeiro de 2008, do diplomata americano John Granville, de 33 anos, que trabalhava para o escritório sudanês da Agência Internacional para o Desenvolvimento.

Seu motorista, o sudanês Abdel-Rahman Abbas, também foi morto.

A sentença foi ditada em junho de 2009 e confirmada em outubro do mesmo ano.

As fontes disseram que a Polícia chegou a localizar os fugitivos em um veículo a cerca de 70 quilômetros a oeste de Cartum, mas apesar de terem disparado contra eles para tentar capturá-los, eles conseguiram escapar.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host