UOL Notícias Notícias
 
12/06/2010 - 01h25 / Atualizada 12/06/2010 - 01h44

Coreia do Norte ameaça destruir alto-falantes de propaganda de Seul

Seul, 12 jun (EFE).- O Exército da Coreia do Norte ameaçou destruir os alto-falantes sul-coreanos que Seul instalou esta semana ao longo da fronteira entre as duas Coreias, segundo informou neste sábado a agência sul-coreana "Yonhap".

A Coreia do Norte disse que "agirá militarmente para derrubar os meios de guerra psicológica contra a República Popular da Coreia (nome oficial do país) em todas as áreas da frente", segundo o Exército do regime de Pyongyang, citado pela "Yonhap".

A Coreia do Sul instalou esta semana os alto-falantes de propaganda dirigidos à Coreia do Norte em 11 pontos ao longo da Zona Desmilitarizada que divide a península desde o fim da Guerra da Coreia (1950-53).

A medida foi anunciada em maio pelo presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, como resposta ao afundamento de um navio sul-coreano em 26 de março em águas do Mar Amarelo (Mar Ocidental) próximas à Coreia do Norte, incidente que, segundo Seul, foi causado por forças norte-coreanas.

Essa medida se soma a outras, como a suspensão do comércio com a Coreia do Norte e a apresentação do caso no Conselho de Segurança da ONU.

A emissão de propaganda através de alto-falantes na fronteira foi suspensa em 2004 e, na sexta-feira, o Ministério da Defesa sul-coreano anunciou que poderia retomar as emissões depois que o Conselho de Segurança anunciou suas medidas pelo afundamento da embarcação.

Pyongyang já assegurou anteriormente, em sua costumeira retórica bélica, que disparará contra os alto-falantes caso a Coreia do Sul os utilize para divulgar propaganda.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host