UOL Notícias Notícias
 
15/06/2010 - 04h27 / Atualizada 15/06/2010 - 05h25

Alemanha já tem mais de mil denúncias contra abusos de menores

Berlim, 15 jun (EFE).- A responsável governamental alemã pela investigação dos casos de abusos sexuais contra menores, Christine Bergmann, contabiliza mais de mil denúncias nos dois últimos meses.

Em dois terços dos casos os abusos aconteceram em instituições e a metade destes últimos em centros religiosos, quase todos católicos, segundo um primeiro balanço de Bergmann, de acordo com informações publicadas nesta terça-feira pelo jornal "Ruhr Nachrichten".

O relatório assinala que um terço dos denunciantes sofreu abusos sexuais no seio de sua própria família ou no círculo de amizades dela.

Além disso, destaca que mais de 60% das pessoas que se dirigiram ao escritório de Bergmann nunca tinham comentado suas vivências a outras pessoas, e quase 90% foram objeto de abusos por várias vezes.

O estudo assinala que os meninos foram objeto de abusos sexuais com maior frequência em centros religiosos, enquanto as meninas sofreram esses abusos geralmente em centros terapêuticos.

Quanto aos abusos sexuais no seio da família ou de pessoas próximas, o texto destaca que os casos nos quais a vítima era uma menina são o dobro dos meninos.

Finalmente explica que as pessoas que se dirigiram ao escritório de Christine Bergmann para denunciar abusos sexuais quando eram menores de idade têm entre 17 e 79 anos de idade, com uma média de aproximadamente 50 anos, e que em alguns casos não foram as vítimas que apresentaram a denúncia, mas familiares.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host