UOL Notícias Notícias
 
15/06/2010 - 18h16 / Atualizada 15/06/2010 - 18h27

Justiça francesa investiga morte de bebê encontrado em congelador

Paris, 15 jun (EFE).- A Justiça francesa abriu hoje uma investigação para determinar se a mãe de um bebê que foi encontrado morto dentro de um congelador em sua casa o matou, perto da cidade de Carcassonne, no sul da França.

Nos próximos dias, os especialistas tentarão esclarecer se o bebê nasceu morto ou vivo. No primeiro caso, sua mãe não teria cometido um crime. Mas se a segunda hipótese for confirmada, a mulher, de 34 anos, poderia ser acusada de homicídio após o resultado da autópsia.

Ela assegura que não sabia que estava grávida e que o bebê, de entre 37 e 39 semanas e 2,1 quilos, não gritou quando nasceu, segundo declarações do promotor do caso feitas à imprensa local.

A mãe disse estar traumatizada, pois não imaginava que pudesse ficar grávida, já que estava tomando anticoncepcionais. As autoridades não descartaram que possa tratar-se de um caso de "negação de gravidez".

A mulher afirma que só se deu conta de que estava grávida quando caiu de uma escada e começou a ter contrações.

Seu marido encontrou o corpo do bebê dentro do congelador de sua casa, sem sinais de violência, vários meses depois de seu nascimento, que aconteceu, supostamente, no começo do ano.

A mulher, que está detida há dois dias, será liberada depois de depor.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h09

    -0,57
    3,264
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h18

    1,08
    63.910,60
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host