UOL Notícias Notícias
 
15/06/2010 - 18h18 / Atualizada 15/06/2010 - 18h30

Libanês procurado pelos EUA é preso no Paraguai

Assunção, 15 jun (EFE).- Agentes paraguaios prenderam hoje um libanês naturalizado americano, supostamente vinculado a um grupo terrorista muçulmano, acusado pela Justiça dos Estados Unidos de falsificação de dinheiro e passaportes.

A filial da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) em Assunção informou à Agência Efe da detenção de Moussa Ali Hamedan, de 38 anos, conhecido como Hamedan Moussa e Hamden Moussa, durante uma operação realizada em Ciudad del Este, a 330 quilômetros de Assunção, na fronteira com o Brasil.

O documento detalha que Hamedan foi capturado graças a um "pedido de detenção provisório com fins de extradição aos Estados Unidos" que a Interpol fez chegar a Embaixada desse país em Assunção.

Hamedan, que será levado a Assunção para os trâmites judiciais e sua eventual extradição, é acusado de vender de dinheiro e passaportes americanos falsificados, assim como de contrabando de produtos eletrônicos, carros e roupas na Filadélfia (EUA), entre os anos 2008 e 2009.

"Adicionalmente, Hamdam também facilitou reuniões com o propósito de obter armas para exportar dentro de veículos roubados nos Estados Unidos para serem usadas nas atividades do Hisbolá", diz o relatório.

Os organismos de segurança dos EUA advertiram diversas vezes que na área da Triplíce Frontera, onde convergem os limites da Argentina, Brasil e Paraguai, operam organizações que financiam grupos fundamentalistas islâmicos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h00

    0,09
    3,268
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h05

    -0,58
    63.712,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host