UOL Notícias Notícias
 
16/06/2010 - 20h19 / Atualizada 16/06/2010 - 20h39

EUA dizem esperar que Brasil e Turquia apliquem sanções ao Irã

Washington, 16 jun (EFE).- Os Estados Unidos disseram hoje esperar de Brasil e Turquia a aplicação das sanções ao Irã contempladas na última resolução da ONU, apesar de os dois países terem votado contra no Conselho de Segurança.

"Temos todas as razões para crer que tanto a Turquia como o Brasil cumprirão a resolução integralmente apesar de seu voto", disse, em entrevista coletiva, Stuart Levey, o encarregado das sanções no departamento do Tesouro dos Estados Unidos.

Os dois países rejeitaram a resolução durante a votação, em que o Líbano se absteve, alegando que os esforços diplomáticos deveriam continuar antes da adoção da punição.

A resolução da ONU fixa novas restrições às operações de bancos do Irã caso se suspeite que têm vínculos com os programas nucleares ou militares do país, e aumenta a observação das transações no exterior de todas as entidades financeiras iranianas.

Também endurece o embargo de armas ao Irã e sanciona três entidades controladas pelo Estado, assim como outras 15 comandadas pela Guarda Revolucionária.

Em complementação à resolução, os EUA anunciaram hoje a ampliação de suas sanções a companhias de energia, transporte e seguros, e a pessoas vinculadas ao programa nuclear do Irã ou que o ajudem a driblar as retaliações internacionais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host