UOL Notícias Notícias
 
16/06/2010 - 15h17 / Atualizada 16/06/2010 - 15h25

Tribunal impõe fiança a 2 holandesas por propaganda não-autorizada na Copa

Johanesburgo, 16 jun (EFE).- O tribunal especial habilitado em Johanesburgo para tratar de questões relativas à Copa do Mundo processou hoje e libertou sob fiança duas das holandesas que na segunda-feira fizeram propaganda não-autorizada de uma marca de cerveja na partida entre Holanda e Dinamarca no torneio.

As 36 loiras holandesas, com curtos vestidos laranjas e um símbolo da cerveja Bavaria, marca não oficial da Copa, foram expulsas do jogo pela Fifa por fazerem propaganda desautorizada.

Segundo a agência local "Sapa", embora as outras 34 jovens tenham sido interrogadas, apenas duas foram detidas, no hotel onde estavam hospedadas, nesta manhã, e processadas mais tarde. O porta-voz da Polícia sul-africana, o coronel Vish Naidoo, não soube explicar por que somente elas duas haviam ido a julgamento.

Barbara Castelein e Mirthe Nieuwpoort tiveram de pagar 10 mil randes (pouco mais de mil euros) de fiança. O caso delas foi adiado para 22 de junho.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host