UOL Notícias Notícias
 
19/06/2010 - 22h39 / Atualizada 19/06/2010 - 22h47

Bombas das Farc são desativadas e povoado fica sem luz por causa de atentado

Bogotá, 19 jun (EFE).- As autoridades colombianas desativaram hoje duas bombas que rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) tinham preparado em uma via do departamento (estado) de Caquetá para ser ativadas na passagem de patrulhas da Polícia, e um povoado do departamento de Nariño ficou sem energia elétrica por causa de um atentado a uma torre de transmissão.

Esses incidentes foram registrados a poucas horas das eleições deste domingo nas quais se elegerá o novo presidente da Colômbia entre o governista Juan Manuel Santos e o candidato do Partido Verde, Antanas Mockus.

O comandante da Polícia no departamento de Caquetá, coronel Jaime Moreno, disse a jornalistas que foram desativadas duas botijas de gás carregadas com explosivo.

Os artefatos foram abandonados por rebeldes das Farc na via que vai da cidade de Florencia (capital de Caquetá) ao povoado de Montañitas.

O oficial informou que as operações de revistas continuam na região para evitar alterações de ordem pública durante a jornada eleitoral.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,71
    3,168
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,12
    68.634,65
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host