UOL Notícias Notícias
 
19/06/2010 - 03h13 / Atualizada 19/06/2010 - 03h13

Esquerda mexicana pede à CIDH que intervenha em caso de candidato preso

México, 18 jun (EFE).- A esquerda mexicana pediu hoje à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) que intervenha no caso de Gregorio Sánchez, preso por supostos nexos com o narcotráfico, para que recupere a candidatura a governador do estado de Quintana Roo, informou uma fonte oficial.

O Partido da Revolução Democrática (PRD) disse em comunicado que o pedido para solicitar medidas cautelares quer que Sánchez recupere "seus direitos políticos" antes do dia 4 de julho, data em que acontecem as eleições em Quintana Roo.

Apenas na semana passada o Tribunal Eleitoral mexicano confirmou o cancelamento do registro de Gregorio Sánchez como candidato ao Governo de Quintana Roo por uma coalizão esquerdista liderada pelo PRD, porque ele está preso sob processo por seus supostos nexos com o narcotráfico.

O pedido à CIDH assinala que a resolução do Tribunal Eleitoral "viola" os direitos políticos de Sánchez e "descumpre os tratados internacionais como o do Pacto de San José, onde se estipula o princípio de presunção de inocência".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host