UOL Notícias Notícias
 
19/06/2010 - 21h28 / Atualizada 19/06/2010 - 21h35

Sobe para 16 número de mortos por causa das chuvas no Nordeste

(atualiza com confirmação de outras duas mortes) Rio de Janeiro, 19 jun (EFE).- Pelo menos 16 pessoas morreram desde quinta-feira por causa das fortes chuvas que castigam a região Nordeste, segundo as estatísticas divulgadas hoje pela Defesa Civil.

Além das dez vítimas de deslizamentos de terras em Pernambuco, as autoridades de Alagoas resgataram hoje os corpos de seis pessoas que morreram em enchentes.

Em Pernambuco, onde já havia nove vítimas confirmadas depois das fortes chuvas que castigaram o estado entre a noite de quinta-feira e a manhã de sexta-feira, foi encontrado hoje o corpo de um jovem de 19 anos, que estava desaparecido após de ter caído em um rio na cidade de Jaboatão dos Guararapes.

Grande parte das vítimas em Pernambuco vivia em casas precárias em favelas em Recife, que foram soterradas por deslizamentos de terra.

A maior tragédia ocorreu na noite da quinta-feira em um bairro da zona norte de Recife em um deslizamento de terra que soterrou a casa em que vivia um casal com suas filhas de três, cinco e 12 anos.

Segundo a Defesa Civil, as chuvas provocaram danos em pelo menos 40 municípios de Pernambuco, principalmente na região metropolitana da capital.

As chuvas deixaram cerca de 9.500 pessoas desabrigadas, que foram acomodadas em escolas e ginásios públicos.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, declarou na sexta-feira o estado de emergência já que, além dos deslizamentos de terras e as inundações em diferentes cidades, as chuvas elevaram os níveis dos rios e bloquearam estradas importantes.

Segundo o último boletim das equipes de busca, as chuvas destruíram 829 casas em 17 cidades de Alagoas e deixaram cerca de 37 mil pessoas desabrigadas.

O governador do estrado de Alagoas, Teotônio Vilela Filho, que declarou estado de calamidade publica, sobrevoou as áreas mais afetadas neste sábado ao lado do ministro das Cidades, Márcio Fortes, e o da Integração Nacional, João Santana.

Fortes, em comunicado, informou que o Governo federal já começou a enviar remédios e alimentos para os desabrigados.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    -0,09
    3,170
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h23

    0,60
    68.765,77
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host