UOL Notícias Notícias
 
25/06/2010 - 09h19 / Atualizada 25/06/2010 - 09h30

Papa encoraja cristãos do Oriente a permanecerem em suas cidades

Cidade do Vaticano, 25 jun (EFE).- O papa Bento XVI convidou hoje os cristãos do Oriente "a perseverarem na fé" e a "ficar onde nasceram", apesar dos inúmeros sacrifícios que precisam realizar em ambientes, às vezes, adversos.

O papa falou assim durante um encontro com os participantes da assembleia da reunião para a ajuda das igrejas orientais recebidas hoje no Vaticano.

Papa Ratzinger exortou aos emigrantes orientais a não esquecer suas origens, especialmente religiosos. "É sua lealdade e sua coerência humana e cristã", asseverou.

"Uma paz estável e uma convivência sólida", é o desejo dirigido pelo papa aos povos da Terra Santa, Iraque e o Oriente Médio.

Além disso, o Pontífice assegurou que espera respeito aos direitos dos indivíduos, famílias, comunidades e povos e se supere qualquer discriminação religiosa, cultural ou social.

"Confio a Deus, a vós também o chamado lançado no Chipre a favor dos cristãos de Oriente", afirmou.

O papa voltou a pedir responsabilidade às nações para garantir de modo real, sem distinções e em cada lugar, a profissão pública e comunitária das convicções religiosa de cada um, sobretudo no Oriente Médio.

Antes de concluir o encontro, Bento XVI lembrou do monsenhor Luigi Padovese, vigário da Anatólia, assassinado em 3 de junho na Turquia por motivos ainda incertos.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host