UOL Notícias Notícias
 
26/06/2010 - 14h01 / Atualizada 26/06/2010 - 14h29

Contra protecionismo, México quer do G20 prestação de contas

México, 26 jun (EFE).- O México buscará que a Cúpula do Grupo dos Vinte (G20, países ricos e principais emergentes), que começa hoje em Toronto (Canadá), estabeleça um mecanismo de prestação de contas que permita monitorar as ações dos países-membros em termos de protecionismo.

Em um documento com os objetivos do México na reunião, o Governo assinala que promover a eliminação do protecionismo é a chave para a recuperação e a atividade exportadora do país.

O presidente do México, Felipe Calderón, deve chegar hoje às 15h30 (16h30, Brasília) em Toronto. Durante a cúpula, ele fará um discurso sobre a luta contra a mudança climática
Calderón planeja também manter cinco reuniões bilaterais, que incluem encontros com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, e o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host