UOL Notícias Notícias
 
26/06/2010 - 18h44 / Atualizada 26/06/2010 - 18h48

Merkel: G8 concorda que momento dos estímulos econômicos passou

Toronto (Canadá), 26 jun (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, disse hoje que os países do Grupo dos Oito (G8, países mais ricos e Rússia) que encerraram neste sábado sua reunião de dois dias no Canadá concordaram que passou o momento dos estímulos econômicos.

A chanceler reconheceu que pode haver diferenças de opinião sobre a velocidade a seguir no novo caminho da austeridade fiscal, mas insistiu que a Alemanha foi por uma direção qualificada de "razoável".

Suas declarações chegam em meio a um acalorado debate entre os Estados Unidos e a Europa sobre o caminho a seguir agora que a economia global começou a se recuperar da pior crise em várias décadas.

Washington recomenda uma retirada lenta das medidas de estímulo, enquanto que a Alemanha, Grã-Bretanha e o país anfitrião, Canadá, entre outros, insistem na necessidade de iniciar já um plano de austeridade fiscal.

Merkel disse crer que a economia global só alcançará um crescimento "durável e sustentável" se os países consolidarem suas finanças "e implementarem reformas estruturais ao mesmo tempo".

A Alemanha, que espera que seu déficit fiscal chegue aos 5% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, anunciou recentemente sua intenção de cortar o gasto público em 80 bilhões de euros durante os próximos três anos.

No mais, a governante alemã reconheceu que "infelizmente" não existe consenso no seio do Grupo dos Vinte (G20, principais países ricos e emergentes) sobre a proposta de alguns países europeus de criar um imposto global aos bancos e uma taxa sobre as transações financeiras.

A medida atuaria como uma espécie de seguro contra crises financeiras futuras.

O G20 é integrado pela União Europeia, o G8 (EUA, Canadá, Japão, Alemanha, Reino Unido, Itália, França e Rússia), Coreia do Sul, Argentina, Austrália, Brasil, China, Índia, Indonésia, México, Arábia Saudita, África do Sul e Turquia.

Além disso, o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, convidou os líderes da Espanha, Holanda, Vietnã, Etiópia e Malawi a participar da reunião.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    10h19

    -0,09
    3,170
    Outras moedas
  • Bovespa

    10h24

    0,60
    68.764,53
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host