UOL Notícias Notícias
 
27/06/2010 - 20h31 / Atualizada 27/06/2010 - 20h48

Brasil diz que países terão "dificuldades" para cumprir meta de déficit

Toronto (Canadá), 27 jun (EFE).- O ministro das Finanças, Guido Mantega, disse hoje que alguns países desenvolvidos terão "dificuldades" para cumprir a meta de reduzir o déficit à metade para o ano de 2013 fixada hoje pelo Grupo dos Vinte (G20, principais países ricos e emergentes).

"Eu acho que alguns países terão dificuldades. Outros países irão conseguir", afirmou Mantega, que disse acreditar que a Alemanha e a França serão alguns dos que alcançarão o objetivo.

"Não vou dizer os que não vão conseguir", disse o ministro, que representou o Brasil no G20 perante a ausência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que cancelou a viagem devido às inundações no nordeste.

O comunicado emitido hoje pelo G20 no final de sua reunião reflete o compromisso dos "países desenvolvidos" de reduzir os déficits "pelo menos à metade" para o ano de 2013 e de "estabilizar ou reduzir a dívida governamental como percentagem do Produto Interno Bruto (PIB) para o ano 2016".

O Japão foi excluído desse compromisso perante seus estratosféricos níveis de dívida.

"Eu sigo considerando que é uma proposta, vamos chamá-la assim, ambiciosa", insistiu o ministro.

Ele precisou, de todos os modos, que se os países desenvolvidos conseguirem estimular o crescimento e seu PIB aumentar então o déficit será reduzido em termos relativos já que o déficit "é déficit sobre o PIB".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,21
    3,129
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h35

    0,04
    76.004,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host