UOL Notícias Notícias
 
27/06/2010 - 12h21 / Atualizada 27/06/2010 - 12h30

Polícia confirma 480 detidos em protesto contra G20 no Canadá

Toronto (Canadá), 27 jun (EFE).- Os protestos de sábado contra o Grupo dos Vinte (G20, países mais ricos e principais emergentes) terminaram com 480 detidos em Toronto, como confirmou hoje a Polícia canadense.

O prefeito de Toronto, David Miller, chegou a dar entrevistas a TVs locais para mostrar seu descontentamento com a violência registrada nos protestos. "Não são ativistas, são criminosos", disse.

A Polícia também confirmou hoje a detenção de quatro pessoas que invadiram o perímetro de segurança da cúpula através da rede de esgoto.

Os confrontos entre Polícia e manifestantes surgiram depois que um grupo de ativistas, que se autodenominava anarquista, desencadeou atos de vandalismo.

Como resultado, um carro da Polícia foi atacado e outro, incendiado, o que elevou uma coluna de fumaça no centro de Toronto. Lojas e bancos também foram danificados.

A Polícia respondeu com gás lacrimogêneo e bolas de borracha, o que deixou algumas pessoas levemente feridas.

Segundo a Polícia, dos 480 ativistas detidos a maioria será libertada ao longo do dia, e os protestos devem continuar hoje, só que em menor intensidade.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host