UOL Notícias Notícias
 
02/07/2010 - 20h19 / Atualizada 02/07/2010 - 20h29

Corte federal fixa datas para analisar ações contra lei anti-imigração

Tucson (EUA.), 2 jul (EFE).- A juíza federal em Phoenix (Arizona), Susan Bolton, fixou a data para as primeiras duas audiências nas quais escutará os argumentos a favor e contra as duas ações interpostas por dois policiais hispânicos contra a Lei SB 1070, que torna ser um imigrante ilegal crime no estado.

A primeira audiência será no dia 15 de julho. Nela será debatida a reivindicação interposta por David Salgado, agente da Polícia de Phoenix.

A segunda audiência será no dia 22 de julho onde se discutirá a ação interposta por Martín Escobar, um policial de Tucson que assegura que a implementação da Lei SB 1070 dificultará seu trabalho com a comunidade imigrante e fomentará as práticas discriminatórias por perfil racial.

Tucson (EUA.), 2 jul (EFE).- A juíza federal em Phoenix (Arizona), Susan Bolton, fixou a data para as primeiras duas audiências nas quais escutará os argumentos a favor e contra as duas ações interpostas por dois policiais hispânicos contra a Lei SB 1070, que torna ser um imigrante ilegal crime no estado.

A primeira audiência será no dia 15 de julho. Nela será debatida a reivindicação interposta por David Salgado, agente da Polícia de Phoenix.

A segunda audiência será no dia 22 de julho onde se discutirá a ação interposta por Martín Escobar, um policial de Tucson que assegura que a implementação da lei dificultará seu trabalho com a comunidade imigrante e fomentará as práticas discriminatórias por perfil racial.

A juíza federal também determinou ontem que o Governo do México pode apresentar um recurso conhecido em termos legais como "amicus curiae" (amigo da corte) a favor de uma ação interposta por vários organismos civis nos Estados Unidos que questionam a constitucionalidade da Lei SB 1070.

Por sua vez, a Governadora do Arizona, Jan Brewer já apresentou à corte federal várias moções para pedir que as demandas contra a lei sejam ignorados porque, assegura, são baseadas em "suposições" e em fatos que ainda não ocorreram.

A SB 1070 é a primeira lei nos Estados Unidos a criminalizar a presença de imigrantes ilegais, além de outorgar funções de agentes de imigração aos departamentos policiais locais e obrigar os estrangeiros a levarem seus documentos migratórios todo o tempo.

Também transforma em crime solicitar emprego nas ruas, como fazem as pessoas que fazem trabalhos por dia, e penaliza os que abrigarem ou transportarem imigrantes ilegais.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host