UOL Notícias Notícias
 
02/07/2010 - 15h23 / Atualizada 02/07/2010 - 16h03

Hillary diz que espionagem não abala relação entre EUA e Rússia

Kiev, 2 jul (EFE).- A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, se disse hoje convencida de que o escândalo da espionagem não abalará o recente impulso dado às relações entre Estados Unidos e Rússia.

"Estamos comprometidos com a criação de relações novas e positivas com a Rússia, que são de interesse para os EUA", afirmou Hillary em Kiev, reforçando, assim, uma postura já mostrada pelo presidente Barack Obama.

Em entrevista ao lado do chanceler da Ucrânia, Konstantin Grischenko, a chefe da diplomacia americana disse que as investigações continuam e que ela não tem a intenção de falar sobre os resultados finais.

Na segunda-feira, as autoridades americanas informaram da detenção de dez pessoas sob acusação de espionar para a Rússia nos EUA.

Onze pessoas, contando com os dez detidos, são acusadas em duas causas criminais de "conspiração" por atuar de maneira "ilegal" como agentes russos em território americano. Um dos acusados fugiu par o Chipre e está em paradeiro desconhecido.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host