UOL Notícias Notícias
 
02/07/2010 - 20h09 / Atualizada 02/07/2010 - 20h10

Países africanos pedem à ONU mais esforço na solução do conflito palestino

Rabat, 2 jul (EFE).- A reunião africana das Nações Unidas aprovou uma declaração sobre a questão palestina em que pede as Nações Unidas que "assumam sua responsabilidade e tenham um papel de primeira ordem" na resolução do conflito palestino-israelense.

No encontro, encerrado hoje em Rabat, o grupo pediu a ONU que "não se contente em ser uma instância internacional que siga a evolução da situação e denuncie as agressões contínuas das autoridades israelenses nos territórios palestinos ocupados", mas "tome as medidas necessárias antes que a situação se deteriore".

A reunião, que começou ontem, foi convocada pelo Comitê Para o Exercício dos Direitos Inalienáveis do Povo Palestino com o objetivo de reforçar o apoio das nações africanas e do resto da comunidade internacional a uma solução do conflito.

"É imperativo encontrar uma solução política justa e viável, que preveja dois Estados, um israelense e outro palestino, com Jerusalém como capital", diz o texto.

Os participantes, entre os que se encontravam representantes dos Estados-membros, parlamentares e analistas internacionais, constataram que "o estatuto final de Jerusalém segue constituindo um dos maiores problemas nas negociações de paz".

Além disso, reafirmaram que "a presença de assentamentos israelenses nos territórios palestinos ocupados são ilegais" e sublinharam que "essas ações unilaterais constituem violações do direito internacional e colocam dúvidas sobre a credibilidade do compromisso de Israel no processo".

Igualmente, apelaram aos dirigentes palestinos para que "trabalhem pela reconciliação nacional", segundo eles, "condição essencial para pôr fim à ocupação e criar um Estado palestino viável, soberano e democrático".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host