UOL Notícias Notícias
 
02/07/2010 - 12h53 / Atualizada 02/07/2010 - 13h07

Wulff faz discurso cheio de elogios após eleição difícil

Rodrigo Zuleta.

Berlim, 2 jul (EFE).- O novo presidente alemão, Christian Wulff, fez hoje um discurso de posse bastante conciliador e mencionou a sua complicada eleição, com elogios a seus dois rivais, o independente Joachim Gauck e a jornalista de esquerda Luc Jochimsen.

Wulff era o candidato preferido da chanceler alemã, Angela Merkel, para a Presidência e a coalizão de Governo tinha uma maioria suficiente para elegê-lo em primeiro turno, mas as coisas se complicaram bastante e foram necessárias três votações para sua designação.

Eleito na quarta-feira pela Assembleia Federal para suceder Horst Köhler, Wulff começou hoje seu discurso agradecendo ao antecessor pelo seu trabalho durante seis anos nesse posto e ressaltou especialmente seu compromisso com a África.

"Graças ao senhor, hoje muitos nos damos conta da ligação entre a Europa e o nosso continente vizinho", disse Wulff.

O novo presidente também agradeceu a Gauck e Luc pelo confronto eleitoral na Assembleia Federal, que qualificou de "nobre e limpo" para fortalecer a democracia.

Wulff se referiu especialmente a Gauck, antigo lutador pelos direitos civis na extinta República Democrática Alemã (RDA) que foi seu principal adversário, e lhe pediu que, como tinha feito diante da eleição, seguisse falando de sua experiência na ditadura, o que, segundo o presidente, ajuda muito os que também a sofreram.

"Siga falando de sua história de vida. Com isso, o senhor faz uma contribuição importante à consciência do país e ajuda muito aqueles que também tiveram que viver sob o regime da RDA", destacou Wulff.

O gesto conciliador perante Gauck, a quem muitos dos correligionários de Merkel pareciam preferir, não é surpreendente se for levado em conta que o presidente deve estar acima dos partidos. Mas, após as dificuldades que houve para sua eleição, tem um significado especial.

Em seu discurso de posse, Wulff definiu a integração dos estrangeiros que vivem na Alemanha como um dos pontos fortes de sua Presidência.

"Quando chegaremos a uma situação na qual, independentemente da origem e situação financeira, todas as crianças terão as mesmas possibilidades de formação?", perguntou Wulff.

O novo máximo líder germânico expressou sua esperança em que chegue o momento no qual todas as crianças do país falarão perfeitamente o idioma alemão.

Para isso, segundo Wulff, é necessário que "pensemos menos no que nos separa e mais no que nos une". Também falou, diante da numerosa população muçulmana que vive na Alemanha, da tradição comum das religiões monoteístas.

Wulff também defendeu o trabalho dos partidos políticos, com frequência alvos de críticas na Alemanha, e elogiou as conquistas do atual Governo e do anterior na luta contra os efeitos da crise econômica.

"O sistema de partidos é às vezes muito melhor do que sua reputação", opinou Wulff. "Nosso país se recuperou da crise mais rapidamente do que qualquer outra nação industrializada. Isso é uma grande conquista deste Governo e do anterior, junto com outros responsáveis como sindicatos e empresários".

Esse elogio aos partidos por parte de Wulff, que atinge tanto as atuais formações de Governo como o Partido Social-Democrata (SPD) que integrou o gabinete da grande coalizão, é feito justamente quando estes são alvos de críticas por diversos motivos, entre eles a forma como aconteceu sua eleição.

Wulff foi praticamente imposto pelas cúpulas da União Democrata-Cristã (CDU), a União Social-Cristã na Baviera (CSU) e o Partido Liberal (FDP), apesar da preferência por Gauck de alguns delegados dessas forças políticas e de boa parte da população.

Os partidários de Gauck precisamente sustentavam que era conveniente escolher alguém que não tenha sido um político de carreira, como Wulff, que passou diretamente de governador da Baixa Saxônia a presidente.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host