UOL Notícias Notícias
 
03/07/2010 - 09h52 / Atualizada 03/07/2010 - 09h58

Protestos violentos em Lahore pelo atentado contra santuário sufi

Islamabad, 3 jul (EFE).- Milhares de pessoas protestaram hoje em diferentes pontos do Paquistão pelo múltiplo atentado contra o santuário sufi ocorrido na quinta-feira na cidade de Lahore, pelo qual as autoridades detiveram vários suspeitos.

Da mesma forma que sexta-feira, muitos comércios fecharam hoje suas portas em um dia declarado de luto em Lahore, onde dezenas de manifestantes violentos armados com tacos de críquete destruíram carros e propriedades e acusaram o Governo de inação, segundo informaram os meios paquistaneses.

O primeiro-ministro do Paquistão, Yousef Raza Guilani, acompanhado de outros membros de seu Gabinete, visitou hoje o complexo religioso de Data Darbar, onde ocorreu o atentado, e defendeu por continuar lutando contra o terrorismo.

"A nação inteira tem de levantar-se contra o terrorismo. Os insurgentes estão fugindo em direção às áreas urbanizadas após ter sido derrotados (pelo Exército) nas áreas tribais fronteiriças com o Afeganistão", ressaltou Guilani, segundo a tradução de suas palavras oferecida pelo canal privado "Express TV".

Pelo menos 44 fiéis perderam a vida e mais de cem ficaram feridos no duplo atentado suicida contra o templo de Data Darbar, considerado o santuário mais popular no Paquistão do sufismo, uma corrente mística e moderada do Islamismo.

Nenhuma organização extremista assumiu a autoria do ataque, embora os especialistas acreditem que tenha sido obra de algum grupo ortodoxo sunita.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,02
    3,136
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,02
    75.974,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host