UOL Notícias Notícias
 
04/07/2010 - 15h37 / Atualizada 04/07/2010 - 16h54

"Alex" já deixa 11 mortos no México


Em Monterrey (México)

A passagem do furacão "Alex" pelo México deixou 11 mortos até o momento, informaram hoje à Agência Efe autoridades do estado de Nuevo León (norte), o mais afetado pelo fenômeno meteorológico.

Os dois últimos corpos encontrados nas últimas horas correspondem a pessoas que foram arrastadas pela correnteza de rios cujos leitos transbordaram.

"Alex" atingiu Nuevo León na quinta-feira como um furacão de categoria 1 (a mínima na escala Saffir-Simpson, que vai até 5), após passar pelo estado vizinho de Tamaulipas, causando uma média de chuvas de mais de 240 milímetros.

Depois, perdeu força e passou para tempestade tropical, seguindo rumo às montanhas do centro do país, onde se dissipou.

O Governo de Nuevo León ainda avalia os danos e pediu ajuda ao Fundo de Desastres Naturais mexicano (Fonden).

Quatro dias depois das chuvas, mais de 210 mil pessoas da região metropolitana de Monterrey, a capital do estado, continuam sem água potável por causa dos danos provocados por "Alex".

"Estamos preocupados e ocupados. Pedimos à população para que fique calma para enfrentar essa situação", declarou o governador do estado, Rodrigo Medina.

O diretor-geral do serviço de água e drenagem de Monterrey, Emilio Rangel, disse que os danos provocados por "Alex" são de "magnitudes inesperadas".

"Temos 2.200 trabalhadores e 400 veículos trabalhando para restabelecer o serviço", disse Rangel, segundo o qual o fornecimento voltará a funcionar com metade da capacidade hoje à tarde apenas no sul de Monterrey.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,40
    3,181
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    2,01
    70.011,25
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host