UOL Notícias Notícias
 
04/07/2010 - 09h57 / Atualizada 04/07/2010 - 10h01

Alta participação nas primeiras horas do dia na Polônia

Varsóvia, 4 jul (EFE).- A elevada participação foi a grande novidade nas primeiras horas do segundo turno das eleições presidenciais da Polônia, nas quais o liberal Bronislaw Komorowski e o conservador Jaroslaw Kaczynski lutam pela chefia de Estado do país.

Até as 8h no horário local (3h em Brasília) - duas horas depois da abertura dos colégios eleitorais - a participação era de 2,52%. Na capital, essa adesão chegava a 2,62%, conforme a comissão eleitoral.

Nessa mesma hora, no primeiro turno, em 20 de junho, a participação era de 1,9%.

"A razão do aumento de participação nas primeiras horas se deve ao fato de que muitos decidiram votar cedo, antes de passarem o dia fora da cidade", explicou à Agência Efe Barbara Romys, presidente da mesa eleitoral de um colégio do distrito.

Jaroslaw Kaczynski, antes de ir à igreja passou pelo colégio eleitoral na companhia de sua sobrinha, Marta Kaczynski, filha de seu irmão-gêmeo, o falecido Lech Kaczynski, e de suas filhas, Ewa e Martyna.

O liberal Bronislaw Komorowski votou no meio da manhã em Mackowa Ruda (nordeste do país), onde costuma passar os fins-de-semana em sua casa de verão.

Como Komorowski, muitos poloneses decidiram aproveitar o tempo bom e passar o fim de semana no campo ou na praia, enquanto outros já estão de férias, o que deixou as principais cidades da Polônia praticamente vazias.

Grande parte dos turistas que descansam nas áreas litorâneas do Mar Báltico também madrugou para votar e às 8h no horário local em centros como o de Ustronie Morskie mais de 20% dos eleitores já tinham votado.

As pesquisas prévias ao pleito previam uma participação similar à registrada no primeiro turno, quando 54% dos poloneses com direito a voto votaram.

Nas duas últimas semanas, os dois candidatos reiteraram os pedidos aos simpatizantes para que votem, um chamado feito principalmente pelo aspirante liberal, já que seu eleitorado é o que tem maior tendência de não ir às urnas.

Komorowski foi o candidato mais votado no primeiro turno com 41% dos votos, seguido de Kaczynski, com 36%, e do líder da Aliança Esquerda Democrática, Grzegorz Napieralski, com 13%.

Kaczynski e Komorowski chegaram ao segundo turno empatados, embora a maioria das pesquisas dê uma ajustada vitória ao segundo.

Mais de 30 milhões de poloneses estão aptos a votar, para o qual estão prontos 26 mil locais de votação, destes 6 mil adaptados para portadores de necessidades especiais e 730 em hospitais.

Até o momento, as votações transcorrem com normalidade e os colégios permanecerão abertos até as 20h no horário local (15h em Brasília).

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    1,02
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,90
    67.976,80
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host