UOL Notícias Notícias
 
04/07/2010 - 12h21 / Atualizada 04/07/2010 - 12h41

França aumentará para 4 mil seus militares no Afeganistão

Paris, 4 jul (EFE).- A França aumentará "em breve" sua presença militar no Afeganistão, já que passarão dos atuais 3.750 soldados para 4 mil, anunciou o novo chefe do Estado-Maior do Exército, o almirante Edouard Guillaud.

O aumento responderá a presença de uma equipe de instrutores para a formação das forças afegãs, precisou Guillaud, em discurso pronunciado diante do Senado e colocado no site do Estado-Maior do Exército.

Ressaltou que a missão que cumprem ali é "exigente e perigosa" porque em cada saída estão "acossados pelos tiros (...) insurgentes", e indicou que os franceses registram de "cinco a sete enfrentamentos por semana".

"É complicada porque nos opõe a um inimigo invisível e disposto a tudo, um inimigo cuja regra é a ausência de regras", comentou o almirante, que advertiu que no Afeganistão "a decisão militar não será suficiente".

"Ganhar no Afeganistão é dar confiança aos afegãos em suas instituições, separar a população dos insurgentes e fazer entender a estes últimos que sua ação é vã", acrescentou.

Guillaud assinalou que este ano é chave para a coalizão internacional e ressaltou que "parece cada vez mais evidente a dificuldade de ter um balanço consolidado no outono, para a conferência da Otan em Lisboa" e que para ser "mais realista" será preciso esperar até o verão (no hemisfério norte) de 2011 para "avaliar os primeiros efeitos".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    11h00

    -0,15
    3,261
    Outras moedas
  • Bovespa

    11h04

    1,08
    63.340,14
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host