UOL Notícias Notícias
 
05/07/2010 - 17h16 / Atualizada 05/07/2010 - 17h25

Justiça do Paraguai abre processo contra suposto traficante brasileiro

Assunção, 5 jul (EFE).- A Justiça do Paraguai abriu hoje um processo por tráfico de armas, lavagem de dinheiro e adulteração de documentos para Irineu Domingo Soligo, o Pingo, apontado como um dos traficantes mais procurados do Brasil.

A decisão foi da juíza Patricia González. Pingo foi preso no sábado passado enquanto dormia em uma fazenda em Capitán Bado, no departamento (estado) paraguaio de Amambay e na fronteira com Mato Grosso do Sul.

O advogado do traficante, Pedro Wilson Marinoni, disse hoje que "esgotará todas as instâncias" para evitar que seu cliente não seja extraditado para o Brasil.

Segundo ele, Pingo tem que cumprir penas de mais de 30 anos de prisão no Brasil, e no Paraguai uma eventual condenação seria "muito inferior". As declarações aparecem em um comunicado do Poder Judiciário.

Pingo tem pendente no Brasil o cumprimento de duas penas por tráfico de drogas, uma de 15 anos em Passo Fundo (RS) e outra de 26 anos em Ponta Porã (MT).

É a segunda captura relevante feita pela Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai na luta contra cartéis que operam na fronteira. Em dezembro, o brasileiro Jarvis Chimenes Pavão foi preso também no departamento de Amambay.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host