UOL Notícias Notícias
 
06/07/2010 - 09h41 / Atualizada 06/07/2010 - 09h43

Promotoria localiza documentos relacionados ao pedófilo Dutroux

Bruxelas, 6 jul (EFE).- A Promotoria de Bruxelas encontrou durante as buscas ao arcebispado de Bruxelas-Malinas feitas em junho material relacionado ao pedófilo e assassino de jovens e meninas Marc Dutroux, condenado a prisão perpétua, segundo informa hoje o jornal "Het Laatste Nieuws".

Conforme o jornal flamengo, entre os documentos do caso estão "dezenas de fotografias" da exumação dos corpos das meninas Julie e Melissa (ambas de oito anos), que Dutroux enterrou no jardim de sua casa após tê-las violado em repetidas ocasiões e depois as deixado morrer de inanição.

Dutroux foi detido em 1996 e condenado em 2004 pelo sequestro e violação de nove jovens e meninas, assim como pelo assassinato de quatro delas e de um cúmplice.

Segundo a publicação, essas "peças judiciais confidenciais" foram localizadas durante a blitz realizadas em 24 de junho no palácio episcopal de Malinas, dentro da investigação de um caso de abuso sexual de menores por parte de membros da Igreja Católica, uma operação que foi qualificada de "deplorável pelo papa Bento XVI.

O porta-voz dos bispos belgas, Eric de Beukelaer, solicitou "prudência" diante da revelação de "Het Laatste Nieuws".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h09

    0,17
    3,271
    Outras moedas
  • Bovespa

    16h16

    -0,49
    63.772,15
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host