UOL Notícias Notícias
 
07/07/2010 - 08h42 / Atualizada 07/07/2010 - 09h02

Justiça abre investigação sobre suposto financiamento ilegal na campanha de Sarkozy

Em Paris

A Justiça francesa abriu hoje uma investigação preliminar sobre o suposto financiamento ilegal da campanha às eleições que, em 2007, levou Nicolas Sarkozy à chefia de Governo, disseram fontes judiciais.

A abertura da investigação coincide com novas revelações no suposto caso de contribuições ilegais ao partido União por um Movimento Popular (a governamental UMP) feitas pelo jornal "Le Monde".

O jornal assegura em sua edição de hoje que a Polícia encontrou provas da retirada de 50 mil euros de um caixa automático e cujos dados correspondem com a quantia supostamente fornecida ao tesoureiro da UMP e atual ministro do Trabalho, Eric Woerth.

Ontem, a antiga contadora da multimilionária Liliane Bettencourt, Claire Thiboult, assegurou que Woerth tinha recebido um total de 150 mil de euros da herdeira de L'Oréal com destino à campanha das eleições presidenciais que levaram Sarkozy ao poder.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,40
    3,279
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,95
    63.257,36
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host