UOL Notícias Notícias
 
08/07/2010 - 20h55 / Atualizada 08/07/2010 - 21h03

Ex-policial suspeito de matar Eliza Samudio se entrega em MG

Redação Central, 8 jul (EFE).- O ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, um dos suspeitos de envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio, se entregou à Polícia mineira na noite de hoje.

Marcos, conhecido também como Bola, Paulista ou Neném, é dono da casa em Vespasiano (MG) onde, segundo o adolescente primo do goleiro Bruno, Eliza teria sido morta. Ele foi apontado pelo delegado Edson Moreira, com base em depoimentos, como suspeito de ser o executor da jovem.

O delegado disse hoje em entrevista coletiva que a morte de Eliza "está comprovada materialmente", apesar de o corpo não ter sido encontrado.

O ex-policial se entregou sem resistir após ser descoberto pela Polícia no bairro Jardim Leblon, em Belo Horizonte. Em declarações a jornalistas, o advogado de Marcos, Roberto de Assis Nogueira, negou a participação do cliente na morte de Eliza e disse que ele só falará em juízo.

A 38ª Vara Criminal do Rio determinou mais cedo a transferência de Bruno e de seu amigo Luiz Henrique Romão, o Macarrão, para Minas Gerais, onde as investigações do caso são conduzidas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    14h49

    0,32
    3,139
    Outras moedas
  • Bovespa

    14h55

    -0,51
    75.615,31
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host