UOL Notícias Notícias
 
09/07/2010 - 18h37 / Atualizada 09/07/2010 - 18h51

Polícia britânica negocia com suposto assassino após cerco de 4 dias

Londres, 9 jul (EFE).- A Polícia britânica realiza negociações com um suposto assassino que vem buscando desde sábado passado e a quem supostamente tem encurralado desde terça-feira passada na cidade inglesa de Rothbury, informa a rede "BBC".

De acordo com a emissora, as autoridades falam neste momento com um suspeito que se ajusta à descrição de Raoul Moat, um homem de 37 anos acusado de ter matado uma pessoa e ferido outras duas nos último dias.

A "BBC" conseguiu falar com testemunhas que afirmam ter visto o suspeito apontando uma arma contra sua própria cabeça, em uma região próxima ao rio da cidade, situada no nordeste da Inglaterra.

A Polícia do condado de Nortúmbria pediu aos moradores da área que fiquem em suas casas pela própria segurança.

Dezenas de agentes, apoiados por helicópteros, isolam desde terça-feira uma área de 2,5 quilômetros quadrados no município de Rothbury, um pequeno povoado da região de Northumberland, onde se supunha que o suposto assassino permanecia escondido.

Segundo a Polícia, Moat, que acabava de sair da prisão após cumprir uma pena de 18 semanas por agressão sexual, baleou a ex-namorada e o namorado dela, que morreu em seguida.

Um dia mais tarde, o suposto assassino atirou também num policial ao passar por Newcastle, também no nordeste da Inglaterra.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host