UOL Notícias Notícias
 
11/07/2010 - 12h42 / Atualizada 11/07/2010 - 12h53

Pedidos de justiça marcam aniversário do massacre de Srebrenica

Nedim Hasic.

Sarajevo, 11 jul (EFE).- Pedidos de justiça e reconciliação nos Bálcãs, para que crimes de guerra nunca se repitam, marcaram hoje a comemoração do 15º aniversário do massacre de Srebrenica, na Bósnia.

"As instituições judiciais não podem devolver os mortos, mas a justiça humana pode atenuar as feridas e a dor e ajudar no processo para que sejam sanadas. Por isso, os autores do crime devem responder perante a Justiça", declarou, no ato comemorativo, Yves Leterme, primeiro-ministro da Bélgica, país que ocupa a Presidência de turno da União Europeia (UE).

Na mesma linha, Haris Silajdzic, presidente bósnio, assegurou que "só a justiça e a verdade" podem acalmar "a consciência da humanidade manchada por Srebrenica".

Os dois se referiam aos fatos ocorridos em 11 de julho de 1995, data em que oito mil bósnios muçulmanos foram assassinados quando as tropas servo-bósnias do general Ratko Mladic conquistaram o enclave de Srebrenica, zona protegida das Nações Unidas na época, a poucos meses do final da guerra da Bósnia (1992-1995).

O massacre foi qualificado de genocídio pelas instituições judiciais internacionais.

Mladic, ex-líder militar servo-bósnio e um dos principais acusados de genocídio em Srebrenica, segue foragido da Justiça internacional.

Vários ex-oficiais e políticos servo-bósnios foram condenados pelos fatos e outros estão sendo processados, entre eles o ex-presidente Radovan Karadzic, detido há dois anos em Belgrado.

Os restos mortais de 775 vítimas identificadas do massacre de Srebrenica foram sepultados hoje no memorial de Potocari, nas imediações do antigo enclave no leste bósnio.

Apesar do calor de 35 graus, mais de 60 mil pessoas foram a Potocari para assistir à cerimônia, enquanto outros muitos não conseguiram chegar ao lugar pelas estreitas estradas do leste bósnio.

Entre outros, estiveram presentes nos atos o presidente bósnio, o alto representante da comunidade internacional na Bósnia, Valentin Inzko, o secretário-geral do Conselho da Europa, Torbjorn Jagland, além do primeiro-ministro da Bélgica.

Também assistiram aos atos o ministro de Exteriores francês, Bernard Kouchner, o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, o presidente da Sérvia, Boris Tadic, altos cargos de outros países vizinhos, e o embaixador americano na Bósnia, Charles English, que transmitiu uma mensagem do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

"O horror de Srebrenica é uma mancha na consciência coletiva do mundo. Nossa obrigação é lembrar o ocorrido e impedir que ocorram crimes no futuro", afirma a mensagem de Obama.

O primeiro-ministro turco também pediu que "nunca mais no futuro se repita Srebrenica".

Erdogan mostrou sua satisfação pela presença hoje em Potocari do presidente Tadic e por uma declaração de condenação do massacre de Srebrenica aprovada meses atrás pelo Parlamento sérvio, como importante contribuição para a reconciliação nos Bálcãs.

Antes do início da cerimônia, Tadic colocou flores no memorial e prometeu que fará todo o possível para que Mladic seja capturado e julgado pelo Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII).

A captura do foragido é uma das condições impostas pela UE à Sérvia - onde supostamente o acusado estaria escondido - para a possibilidade de entrar no bloco.

O sepultamente hoje das vítimas, entre elas quatro adolescentes, foi realizado segundo o rito islâmico e o oficiado pelo máximo hierarca da comunidade muçulmana na Bósnia, Mustafa Ceric.

Já o frade Marin Antunovic celebrou uma missa pela única vítima católica sepultada hoje, Rudolf Hren.

Até agora, foram sepultadas no cemitério do centro memorial de Potocari 3.749 vítimas do massacre, identificadas por DNA, depois que seus cadáveres foram exumados de diferentes valas comuns no leste da Bósnia.

O Parlamento Europeu proclamou 11 de julho como o dia em homenagem ao genocídio de Srebrenica em toda a UE.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host