UOL Notícias Notícias
 
16/07/2010 - 05h36

Ataque deixa 11 mortos no Iêmen

Sana, 16 jul (EFE).- Pelo menos 11 pessoas, entre elas três policiais, morreram quinta-feira em uma emboscada a um comboio oficial no norte do Iêmen, realizada por rebeldes xiitas, informou nesta sexta a imprensa local.

A caravana de veículos, na qual viajavam membros de tribos próximas ao Governo local, transportava alimentos para a província nortista de Saada, segundo as fontes, que citam comunicado do Ministério do Interior.

Os responsáveis pelo ataque, que, segundo suspeitas, são integrantes de um grupo insurgente xiita conhecido como "os hutis", atacaram o comboio a tiros após fecharem sua passagem, segundo o texto.

Para o Ministério do Interior, o ataque tem como objetivo prejudicar os esforços para conseguir a paz na província de Saada (norte do país), onde operam os rebeldes hutis.

Os insurgentes aceitaram um cessar-fogo proposto pelo Governo de Sana em 31 de janeiro, mas ainda assim foram registrados vários incidentes armados no norte iemenita.

O conflito armado entre os hutis e o regime iemenita teve início em 2004, e desde então houve enfrentamentos intermitentes entre os dois grupos, com alguns períodos de trégua.

Em várias ocasiões o Governo de Sana acusou os rebeldes de não cumprirem seus compromissos para abandonar os redutos situados em zonas montanhosas próximas à fronteira com a Arábia Saudita, que estão sob controle rebelde.

As autoridades acusam os insurgentes de tentar restabelecer uma monarquia que estava vigente nessa região até a revolução de 1962. Os rebeldes pertencem à seita Zaidi, uma das mais moderadas entre os xiitas.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host